Datos personales

jueves, 30 de enero de 2020

Auto-Amor


Como definir correctamente um sentimento tão imenso e tão intenso?

O Auto-Amor é a forma como gostamos de nós. 
É a forma de cuidarmo-nos. 
É a forma de olhar ao espelho e sorrir. 
É amarmo-nos profundamente. 
Com a nossa “sombra” e com a nossa “luz”.

O Auto-Amor pode aprender-se em qualquer altura da vida. Podemos ter descuidado essa capacidade porque estávamos envolvidos em mil e uma coisas.

Só que no momento que tomamos de novo consciência que não estamos a tratar devidamente de nós voltamos de forma automática ao nosso Auto-Amor e se não é automático devemos ir a procura de soluções.

Muitas vezes com pequenos gestos. Muitas vezes com mimos. E muitas vezes com gestos maiores.

Quando sentimos Auto-Amor estamos mais equilibrados porque deixamos de depender emocionalmente dos outros e do estado dos outros.

Quando sentimos Auto-Amor estamos conectados positivamente com o nosso interior e connosco próprios.

Assim podemos gerir a nossa vida duma forma mais saudável e isso vai criar um impacto positivo também a nossa volta.

Evitemos pensar que já é tarde demais. 
Evitemos pensar que não temos recursos.

Queremos ter Amor nas nossas vidas?
Então devemos começar por nós.

Por vezes complicamos tudo de tal forma...

Esquecemos o ser único e maravilhoso que somos por causa de todas as tarefas que desempenhamos cada dia. E como alguma vez achamos que falhamos deixamos de gostar de nós.

É isto que vamos contornar. 
Com acções diárias. 

Como por exemplo;
Imaginemos que estamos na casa de banho. Vamos olhar ao espelho com um sorriso e vamos dizer em voz alta; sou maravilhosa, sou única, sou simpática, sou sociável, sou trabalhadora, sou uma boa mãe, sou uma boa amiga, etc…

Afirmações positivas. Afirmações que nos vão “emponderar” e motivar. (Podem encontrar afirmações maravilhosas em algum dos livros da autora “Louise Hay”)

Praticar todos os dias. 
Dedicar tempo a nós próprios para sentirmo-nos bem. 
Muitas vezes 10 minutos ou 15 minutos são suficientes para fazer toda a diferença.

E é disso que se trata. Se cuidamos bem de nós podemos cuidar bem dos outros.

E agora?
Vamos praticar?

Grata pela atenção e até próxima Quinta <3

Sabrina Tacconi




No hay comentarios:

Publicar un comentario